O Disaster Recovery, envolve um conjunto de políticas e procedimentos para permitir a recuperação da infraestrutura de tecnologia e sistemas vitais de sua empresa na sequência de um desastre natural ou provocado pelo homem.

Objetivo de tempo de recuperação (RTO)

que determinam o tempo ideal, após a interrupção dos serviços, para a restauração do processo de negócio. Para empresas do varejo, por exemplo, se ocorrer um desastre que derrube seu e-commerce (comércio eletrônico), o tempo para retorno do mesmo é extremamente relevante. Logo, é importante dar força ao RTO e determinar quanto tempo depois da interrupção o serviço deve estar disponível novamente.

Objetivo de ponto de recuperação (RPO)

aqui é determinada a quantidade aceitável de perda de dados medidas em tempo, até a ocorrência do desastre e interrupção dos serviços. Indica o ponto de restauração ou idade dos arquivos necessários para restabelecimento das operações normais. Para uma empresa do setor financeiro, por exemplo, esse objetivo tende a ser zero.

A replicação é a sua rede de segurança. Se uma VM de produção ficar inativa, você pode fazer o failover imediatamente para uma réplica de VM, dando aos usuários o acesso aos serviços e aplicativos necessários com o mínimo de interrupções enquanto resolve o problema. Nós facilitamos a replicação para que você possa aprimorar seu plano de recuperação de desastres (DR) e evitar a perda de dados.